Ecossistema: Os Manguezais

O manguezal é considerado um ecossistema costeiro de transição entre os ambientes terrestres e marinhos, característico de regiões tropicais e subtropicais, está sujeito ao regime das marés, dominado por espécies vegetais típicas, às quais se associam a outros componentes vegetais e animais. O eco sistema manguezal está associado às margens de baías, barras, enseadas, desembocaduras de rios, lagunas e reentrâncias costeiras, onde haja encontro de águas de rios com a do mar, ou diretamente expostos à linha da costa. A cobertura vegetal, ao contrário do que acontece nas praias arenosas e nas dunas, instala-se em substratos de vasa de formação recente, de pequena declividade, sob a ação diária das marés de água salgada ou, pelo menos, salobra. A riqueza biológica dos ecossistemas costeiros faz com que essas áreas sejam os grandes "berçários" naturais, tanto para as espécies características desses ambientes, como para peixes e outros animais que migram para as áreas costeiras durante, pelo menos, uma fase do ciclo de sua vida. 95% dos alimentos que o homem captura no mar vêm dos mangues que funcionam como exportador de matéria orgânica para o estuário e também berçário para peixes, moluscos e crustáceos reproduzirem-se, transformando se em mantenedor fundamental das comunidades pesqueiras.

Muitas atividades podem ser desenvolvidas nos manguezais sem lhe causar prejuízos ou danos. É a chamada utilização sustentável, entre outros temos: Desenvolvimento de atividades turísticas, recreativas, educacionais e pesquisa, pesca esportiva e de subsistência evitando a sobre pesca de pós lavras juvenis e fêmeas ovadas, cultivo de plantas ornamentais (orquídeas e bromélias), Criação de abelhas para a produção de mel e cultivo de ostras.

O Manguezal ecossistema bem representado ao longo do litoral brasileiro, é considerado, no Brasil, como de preservação permanente, incluído em diversos dispositivos constitucionais (Constituição Federal e Constituições Estaduais) e infraconstitucionais (leis, decretos, resoluções, convenções). A observação desses instrumentos legais impõe uma série de ordenações do uso e/ou de ações em áreas de manguezal

Os principais fatores que causam alterações nas propriedades de vida e ambientais dos manguezais tem sido impactantes, prejudicando intensamente as espécies de vida ali existentes. Entre outro citamos as queimadas, os depósitos de lixo, aterros e desmatamentos, lançamento de esgotos de efluentes industriais, dragagens, construção de marinas e por que não falarmos da pesca predatória.

Espécies vegetais como o mangue vermelho, o branco, o siriúba, o mangue de botão são encontrados nos manguezais. Os peixes, moluscos e crustáceos representantes da fauna juntamente com diversas espécies de aves, repteis e mamíferos completam a vida desse eco sistema. A vegetação do mangue serve para fixar a terra, impedindo a erosão, estabilizando a costa. servindo como filtro de retenção dos sedimentos, sendo assim um importante banco genético de recuperação das áreas degradadas.

 

O Lacuca empenhado em manter aceso todo tipo de informação que possam transforma-se em ações práticas de sustentabilidade e manejo do ecossistema manguezais desenvolve um projeto visando agregar valores e conhecimento para assuntos pertinentes à questão, sua importância, impacto e influencia em nossas vidas. Segue abaixo descritas as palestras e fóruns sugeridos.

 

                    PALESTRAS E FORUNS SOBRE MANGUEZAIS

 

O que é um Manguezal

A Fauna e a Flora dos Manguezais

A importância dos Manguezais no ecossistema/meio ambiente

O Manejo dos Manguezais

As APPs, SEMACE e Leis Aplicadas a c0nservação Manguezais

Como manter a Sustentabilidade ao explorar os Manguezais

 

 

<<Voltar